Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Minas Gerais: ANM inspeciona emergencialmente barragens da Vale que não estavam cadastradas

Notícias

Minas Gerais: ANM inspeciona emergencialmente barragens da Vale que não estavam cadastradas

Mineradora apontou a existência de estruturas próximas a Belo Horizonte que não constavam no sistema da agência.
por publicado: 12/06/2020 09h00 última modificação: 12/06/2020 10h13

Os técnicos da Agência Nacional de Mineração fizeram uma vistoria extraordinária em oito barragens da mineradora Vale em Nova Lima, Ouro Preto e Catas Altas – municípios do estado de Minas Gerais. As estruturas, todas inativas, não estavam oficialmente registradas nos sistemas da ANM e nunca tiveram acompanhamento por nenhum outro órgão de controle.

A inspeção aconteceu na última quarta-feira (10), depois que a empresa informou, no dia 28/05, que identificou 12 barragens e diques de sua propriedade que deveriam estar cadastrados no Sistema Integrado de Gestão de Barragens de Mineração (SIGBM). Por conta do isolamento dos técnicos da ANM em Minas Gerais, que apresentaram casos de COVID, especialistas do Distrito Federal precisaram se deslocar até o estado para a ação emergencial, realizada em conjunto com policiais do Núcleo de Combate aos Crimes Ambientais do Ministério Público de Minas Gerais.

A vistoria foi feita em oito barragens consideradas prioridade pela ANM – três que tiveram o nível de emergência 1 acionado pela Vale (barragens 6 e 7 da Mina de Águas Claras, em Nova Lima, e a área IX da Mina de Fábrica, em Ouro Preto) e outras cinco que estão abandonadas na Mina Pitangui, em Catas Altas. O Nível 1 significa comprometimento potencial de segurança.

A operação buscou averiguar o cadastramento e a classificação das barragens, que foram inseridas na Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB) e passarão a contar com estudos de cenário de ruptura hipotética e Planos de Ações Emergenciais (PAEBM). Os documentos deverão ser elaborados pela mineradora e apresentados à ANM, que ainda fará outra série de exigências à empresa.

image001.png

Técnicos da Agência Nacional de Mineração

registrado em: