Você está aqui: Página Inicial > Notícias > ANM promove capacitação em segurança de barragens em Belo Horizonte

Notícias

ANM promove capacitação em segurança de barragens em Belo Horizonte

Fiscais e instituições ligadas à segurança de barragens de rejeitos se reúnem em semana de estudos
por publicado: 15/07/2019 10h00 última modificação: 15/07/2019 16h27

Belo Horizonte (MG) – De hoje (15) até a próxima quinta-feira (18) está acontecendo na capital mineira a Semana de Estudos Técnicos de Barragens de Mineração, evento realizado pela Agência Nacional de Mineração (ANM) que vai discutir os principais pontos que abordam a segurança das estruturas de contenção de rejeitos minerais. São palestrantes de renome nacional e internacional explanando e discutindo ao lado de técnicos de fiscalização de barragem sobre a questão de segurança das barragens.

“Os problemas com a mineração não se resumem ao nosso estado”, diz o gerente regional da ANM em Minas Gerais, Jânio Leite. “Temos problemas em Alagoas, com o caso da Brasken; Santa Catarina, com as minas abandonadas; Pará, com a questão do garimpo. E a sociedade legitimamente cobra dos entes públicos uma mineração engajada e alinhada com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, discursou Leite, lembrando que a mineração não pode ser prescindida, e sim segura.

O diretor da ANM, Tomás de Paula Pessoa, lembrou da necessidade de capacitar e reciclar o corpo técnico da Agência. “Este ano a gente sai de uma cifra de cerca de R$ 300 mil de orçamento de capacitação e vamos alcançar até o final do ano R$1,4 milhão. Ano que vem vamos estabelecer algo em torno de R$2,5 milhão para que vocês estejam sempre oxigenando, tanto o recurso humano técnico específico de cada área, quanto o de regulação”, explicou.

As instituições que têm ligação direta com segurança de barragem também foram convidadas, como Defesa Civil, Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM), Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEM), Ministérios Públicos estaduais e Federal, além do Ministério de Minas e Energia.

“Nós temos atuado em conjunto com a ANM e isso se intensificou este ano, após o rompimento da barragem em Brumadinho. Nós verificamos que a atuação sinérgica e integrada das instituições é fundamental para a efetividade e celeridade na busca por soluções. Da parte do Ministério Público, estamos fazendo o possível para fortalecer este órgão regulador, porque nós vimos que há carências humanas e materiais muito importantes ainda a serem sanadas e isso é uma necessidade para a prevenção de novos desastres”, afirmou a promotora Andressa Lanchotti, do Ministério Público de Minas Gerais.

Durante a semana, serão discutidos temas como projetos de barragens, sistema de monitoramento de barragens de rejeitos por radar e estação robótica e ruptura de barragens por liquefação.

“Esse movimento de buscar capacitação e ampliação do conhecimento técnico para aprimorar a qualidade das atividades de gestão dos empreendimentos minerários é muito importante. Essa capacitação com atores de várias áreas propicia uma visão melhor da situação com vários pontos de vista. Essa sinergia faz com que o resultado seja melhor”, disse a secretária adjunta de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Lilia Sant´Agostino.

Estiveram presentes na abertura também o diretor da ANM, Eduardo Leão, e os secretário de Meio Ambiente de Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Germano Vieira.