Você está aqui: Página Inicial > ANM reforça que monitoramento de barragens de mineração deve ser mantido

Notícias

ANM reforça que monitoramento de barragens de mineração deve ser mantido

Prazo para entrega das Declarações de Estabilidade também não será alterado.
por publicado: 23/03/2020 11h00 última modificação: 23/03/2020 12h13

Diante das restrições que a pandemia do COVID-19 tem imposto à sociedade, a Agência Nacional de Mineração reforça que os empreendedores detentores de barragens de mineração devem intensificar os monitoramentos remotos das estruturas e manter as fiscalizações presenciais. Além disso, o prazo para a entrega da DCE – Declaração de Condição de Estabilidade – também se mantém e os mineradores têm até o dia 31/03 para atestar a segurança das estruturas.

“As inspeções quinzenais devem ser mantidas obrigatoriamente, da forma mais otimizada possível, seguindo as orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, mantendo as distâncias e precauções que o momento requer. É momento de cuidado conosco e de manter o cuidado com o próximo, especialmente com as populações que vivem a jusante das barragens”, alerta o gerente de segurança de barragens da ANM, Luiz Paniago.

De acordo com a Resolução 13/2019 da ANM, as barragens de mineração classificadas com Dano Potencial Alto são obrigadas a manter um sistema de monitoramento automatizado de instrumentação, adequado à complexidade da estrutura, com acompanhamento em tempo real e período integral, seguindo os critérios definidos pelo projetista. As informações devem estar disponíveis para as equipes ou sistemas da ANM, das Defesas Civis estaduais e federal.

Estabilidade – A última campanha para entrega da DCE foi em setembro do ano passado. De acordo com Paniago, faltando 10 dias para o fim da primeira campanha de 2020, a análise já deve ter sido feita e a DCE já deve estar elaborada ou em fase final.

“A razão para se manter a data é que a previsão para retorno às atividades normais de deslocamento e contato social pode durar semanas ou meses. É necessário sabermos a real situação destas estruturas para que a ANM possa tomar as ações pertinentes e para que a população brasileira tenha maior segurança e tranquilidade até a próxima campanha de entrega do documento”, ressalta.

A Declaração de Condição de Estabilidade é elaborada pela própria empresa e precisa ser enviado à ANM duas vezes ao ano: nos meses de março (01 a 31/03) e setembro (01 a 30/09). Quando o empreendedor não entrega a DCE, o sistema gera automaticamente uma multa e a barragem é interditada. “Sabemos que a situação atual requer ações imediatas, e por vezes até inéditas, mas jamais podemos deixar de colocar a segurança da população brasileira em segundo plano”, explica o gerente de barragens. 

 Barragem

 

registrado em: